Midsection of doctor writing on paper at clinic

Como é uma consulta geriátrica ?

Muitas vezes me deparo com a pergunta: como é a consulta geriátrica? O que ela tem de tão especial?

Mais tempo

Em geral uma consulta geriátrica é mais longa que uma consulta comum. Nela procuramos saber os diversos aspectos da saúde da pessoa e de seus familiares, que hábitos de vida estão presentes que possam influenciar bem ou mal o envelhecimento, que remédios estão em uso, como é a alimentação, que nível de estresse a pessoa passa no seu dia-a-dia e como está lidando com isso, aspectos psicológicos, como são suas relações interpessoais e como poderão influenciar a saúde, quais atividades de vida diária a pessoa faz e com qual grau de desenvoltura.

Tão importante quanto ser capaz de reunir informações essenciais sobre a saúde do paciente é ter tempo para ouvi-lo. Nenhuma consulta geriátrica está completa se o paciente não se sente ouvido em sua integralidade. Todos queremos ser ouvidos pelos nossos médicos, mas em Geriatria não raro é na conversa espontânea que muitos dados essenciais para o nosso cuidado emergem. Além disto, possibilita estabelecermos um vínculo médico-paciente maior e melhor, o que será inestimável com o passar do tempo.

Conversa, exame e conselhos

Na consulta geriátrica também fazemos um exame físico geral detalhado em que procuramos testar as funções de quase todos os sistemas do organismo. Dependendo da idade da pessoa e do que nós acharmos na conversa e no exame, selecionamos quais exames complementares estão adequados especificamente para essa pessoa.

Ao mesmo tempo, já teremos vários conselhos sobre coisas que poderão ameaçar a saúde dali a 20 ou 30 anos e que não estão ainda produzindo nenhum sintoma. Quando os exames chegam, às vezes aparecem doenças despercebidas e iniciamos o tratamento de imediato, prevenindo o transtorno do sentir-se mal e, mais importante, preservando as funções do corpo que esta doença poderia silenciosamente prejudicar. Às vezes não encontramos doença, mas encontramos fatores de risco para elas e aí conseguimos fazer uma prevenção melhor ainda.

Outras vezes aparece uma doença que não tem cura, como a hipertensão (pressão alta), mas que pode ser completamente controlada com bons hábitos de vida e às vezes remédios associados, dependendo do caso. Poupamos assim o coração desta doença silenciosa que às vezes nos faz sofrer por anos sem saber.

Avaliação Geriátrica Global

Na consulta geriátrica, além de acolhermos as demandas do paciente, rotineiramente faremos aquilo que é um dos grandes diferenciais da geriatria: a Avaliação Geriátrica Global. Nesta, além da queixa e investigação geral, nós avaliamos as dimensões física (em relação a marcha e equilíbrio, risco de quedas, força, etc.), psíquica (estresse, ansiedade, risco de depressão), cognitiva (como está a memória, a atenção, o raciocínio e demais capacidades cognitivas), social (vida familiar e afetiva, círculo de amigos, etc). Sabemos que uma avaliação mais ampla nos permite um diagnóstico igualmente mais amplo, com a proposição de condutas que vão muito além de uma simples medicação ou pedido de exames: fazemos todo um aconselhamento e acompanhamento da Saúde do nosso paciente, esta entendida como o “completo estado de bem estar físico, psíquico e social – e não meramente a ausência de doenças”.

Assim, a integração da melhor resolução possível para a queixa do paciente com uma ampla investigação nos permitirão propor  uma abordagem preventiva que se soma à abordagem curativa que todo médico deve exercer.

Dr. Thiago Monaco
Al. dos Jurupis, 452, sala 64 – São Paulo – SP
Fone: (11) 5051-5572

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe